Recurso afasta multa a prefeito de São Sebastião da Amoreira



O Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) acatou recurso do prefeito de São Sebastião da Amoreira (Norte Pioneiro), Luiz Fernandes, contra o acórdão nº 3179/14 da Primeira Câmara de Julgamentos da corte. Na decisão anterior, o TCE-PR havia julgado irregulares as contas do convênio entre o município e a Secretaria de Estado da Educação em 2011, em razão da ausência do Plano de Trabalho, e multado o gestor responsável. Com a nova decisão, as contas foram convertidas em regulares e a aplicação da multa foi afastada. O recorrente sanou as impropriedades apontadas ao gol linhas aereas juntar ao processo o Plano de Aplicação dos recursos do convênio e o Termo de Adesão ao Transporte Escolar 2011, além de descrever as despesas efetuadas com o dinheiro transferido. Ao fundamentar seu voto, o relator do processo, conselheiro Nestor Baptista, ressaltou que os documentos apresentados regularizaram as contas do convênio, que devem ser julgadas regulares. Na sessão realizada em 18 de dezembro, os conselheiros, reunidos no Tribunal Pleno, acompanharam por unanimidade o voto do relator. A decisão foi embasada em instrução da Diretoria de Análise de Transferências (DAT) e parecer do Ministério Público de Contas (MPC).

fonte - national noticias

SANTA CECÍLIA DO PAVÃO - PREFEITURA RECEBE CERTIDÃO LIBERATÓRIA


O Prefeito Padre Zezinho obteve junto ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná a Certidão Liberatória. Portanto o município está apto para o recebimento de recursos públicos, mediante convênio. Termo de parceria, contrato de gestão ou instrumento.
A presente certidão foi concedida desde 03 de Dezembro, o prefeito esta aproveitando para regularizar algumas situações que estavam paradas.
Segundo o prefeito a certidão abriu as portas para resolver algumas pendencias  junto com alguns convênios , entre eles o PAM.
No qual o município foi contemplado com 300 mil reais para recape de algumas ruas da cidade.
Com a certidão liberatória na mão é possível pagar a empresa prestadora de serviço que já realizou uma parte da obra e pedir para ela concluir a obra.
O prefeito disse que agora é só alegria e que essa certidão foi um presente de natal para ele, mas quem ganha mesmo vai ser a população.
O vereador Miltinho em passagem pelo gabinete , ficou feliz com a noticia e  posou para a foto com o prefeito.
Fonte: ASSESSORIA PREFEITO

PMDB de Londrina está cansado de ser coadjuvante e quer mudar a história



DO BLOG PAÇOCA COM CEBOLA
A vereadora de Londrina, Elza Correia, assumiu a presidência do PMDB e quer que o partido passe a participar das discussões da cidade. Elza quer recadastrar todos os filiados e resgatar a força política do partido.
Nesta entrevista ela diz que a tarefa não será fácil. Ela reconhece que tem dificuldades de entendimento com alguns dos líderes locais, mas que o PMDB não pode mais ficar à reboque dos demais.
Veja o que diz Elza Correia

  4  46
- See more at: http://www.claudioosti.com.br/#sthash.Dl9dR0Cf.dpuf

Denúncia de tentativa de extorsão e pancadaria no gabinete do prefeito de Cornélio


Rolou mais uma baixaria básica na prefeitura de Cornélio Procópio. Ontem à noite o prefeito da cidade, Fred Alves, registrou um boletim de ocorrência contra o dono do jornal Semanário do Paraná, Fábio Cardoso. Segundo disse o prefeito na delegacia, o dono do jornal estava tentando extorqui-lo em R$ 10 mil para “não prejudicá-lo politicamente”.
Já Cardoso afirma que estava cobrando do prefeito por uma publicação feita em seu jornal acordada verbalmente com o prefeito. A cena aconteceu dentro do gabinete do prefeito. Cardoso afirma ter sido agredido fisicamente.
FONTE - BLOG PAÇOCA COM CEBOLA

VEM AÍ A 17ª COPA ASSAÍ DE FUTEBOL SUIÇO

O Governo Municipal através da Secretaria de Esporte e Lazer organiza a 
17ª Copa Assaí de Futebol Suíço.

As inscrições vão até o dia 13 de fevereiro na SMEL, no Ginásio de 
Esportes Paulão. O campeonato contará com participação de equipes de 
Assaí e toda região nas categorias livre, pré-sênior (30 anos), sênior 
(35 anos) e máster (40 anos).

O congresso técnico acontecerá no dia 19/02 no Ginásio de Esportes onde 
será decidido o início da competição.
Maiores informações na SMEL – fone:43-32621964 ou 43-84553152.

PREFEITO ALEXANDRE BASSO ASSUME PRESIDÊNCIA DO CISNOP NESTA QUINTA,29


O Prefeito Alexandre Basso será empossado nesta quinta-feira, 29 de janeiro, como Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde Norte do Paraná – CISNOP para o biênio 2015/2016. A solenidade será realizada às 14h00m no auditório da 18ª Regional de Saúde de Cornélio Procópio e contará com a presença de Prefeitos e demais autoridades e lideranças da região. Além de Alexandre Basso, como Presidente, a nova Diretoria do CISNOP conta ainda com o Prefeito de Cornélio Procópio, Frederico Carlos de Carvalho Alves (Vice-presidente); Prefeito de Rancho Alegre, Edson Dominiciano Corrêa (Secretário); Prefeito de Itambaracá, Amarildo Tostes (Vice- Secretário); Prefeito de Nova Fátima, Nilson Xavier (Diretor Financeiro), Prefeito de Andirá, José Ronaldo Xavier (Vice Diretor Financeiro); Prefeito de Sapopema, Gimerson de Jesus Subtil (Diretor de Relações Públicas) e Prefeito de Uraí, Sérgio Henrique Pitão (Vice Diretor de Relações Públicas).
No evento também serão entregues 06 (seis) novos ônibus aos Municípios Para a Linha da Saúde , adquiridos com recursos do Governo do Estado via SESA/PR .

Dono de chácara mata pescador na região de Londrina

Redação Bonde
QR:
Flip

Um homem de 40 anos foi morto dentro da chácara Velho do Galo na estrada do Cupido, na zona rural de Ibiporã, na tarde desta terça-feira (27).

Segundo informações da Polícia Militar, Wilson Neves teria entrado na área particular para pescar em um córrego que corta os fundos da propriedade.

Uma mulher que estaria com a vítima afirma que o dono da chácara deu dois tiros para o alto e rendeu o homem, que levantou as mãos. No entanto, mesmo assim o idoso de 67 anos teria disparado contra as costas de Neves, que veio a óbito no local

Paulo Monteiro/NossoDia
Paulo Monteiro/NossoDia


Durante as buscas, a polícia encontrou a espingarda calibre 22 utilizada no crime escondida em uma mata. Além disso, a PM ainda localizou uma escopeta calibre 12 e munições dentro da residência do idoso.

Paulo Monteiro/NossoDia
Paulo Monteiro/NossoDia


O suspeito continua sendo procurado pelos policiais. (Com informações do repórter Paulo Monteiro/NossoDia

POPULAÇÃO ASSAIENSE VEM DEMONSTRANDO SATISFAÇÃO COM ATENDIMENTO DO HOSPITAL MUNICIPAL

A população assaiense vem demonstrando a satisfação com o atendimento do 
Hospital Municipal principalmente com especialidades médicas 
oferecidas, evitando agendamentos e espera para atendimento em outras 
cidades.
A demanda de atendimento no hospital municipal vem crescendo a cada dia, 
como exemplo da manhã desta quarta-feira (28), onde pacientes receberam 
atendimentos com cardiologista, ortopedista e exames de ultrassom.
Exemplo da satisfação com o atendimento é a paciente Maria de Jesus da 
Cruz , de 61 anos moradora do Conjunto Novo Horizonte que realizou uma 
cirurgia no joelho direito com o médico Fernando Cinagawa, “Nossa hoje 
sou outra mulher. Não preciso mais andar de muleta e da ajuda da minha 
família para andar ou levantar da cama. Tinha medo de não andar mais 
sozinha, mais graças a Deus, ao prefeito Mestiço e aos médicos e 
enfermeiros minha cirurgia foi um sucesso e hoje posso cuidar do meu 
comércio e cuidar da minha casa e da minha família e o melhor de tudo, 
em menos de um mês foi agendada minha cirurgia sem custo algum”.
“O hospital vem realizando cerca de 16 cirurgias ortopédicas por mês com 
agendamento de no máximo 60 dias, realizando procedimentos que teriam 
custos de no mínimo 5 mil reais. Há uma semana a população conta com 
atendimento médico inédito, com consultas e cirurgias vasculares e 
exames ecodoppler, melhorando o serviço de saúde e levando mais 
qualidade de vida para a população”, comente ao prefeito Luiz Mestiço.

PREFEITO LUIZINHO FERNANDES(PR), FAZ ENTREGA DE AMBULÂNCIA PARA SÃO SEBASTIÃO DA AMOREIRA


O ano novo começou com o Prefeito Luizinho Fernandes(PR), fazendo a entrega para a comunidade amoreirense de uma ambulância zero quilômetro, conseguida junto á Secretaria de Saúde do Estado do Paraná.

Segundo o Prefeito Luizinho, essa ambulância chegou na hora certa e veio de encontro a uma reinvidicação da população que espera que com essa conquista, não resolva, mas pelo menos amenize a situação do transporte de pacientes de São Sebastião da Amoreira.

No momento, a Secretária de Saúde, conta com um VW GOL, um CORSA, uma KOMBI, uma VAN para transportar pacientes da HEMODIÁLISE, além de três ambulâncias com essa que acabou de chegar.

SICREDI SERÁ UM DOS PATROCINADORES DO CAMPEONATO PARANAENSE DE FUTEBOL

O Sicredi será um dos patrocinadores da 101ª edição do Campeonato Paranaense de Futebol, que começa neste fim de semana. A marca do Sistema de Crédito e Investimento será exposta em placas estáticas em todos os estádios das nove cidades que vão sediar as partidas do torneio e em outras ações. Além de Atlético Paranaense, Coritiba, JMalucelli e Paraná Clube, de Curitiba, a competição conta com a presença do FC Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Nacional (de Rolândia), Operário (de Ponta Grossa), Prudentópolis e Rio Branco (de Paranaguá).

A presença no principal torneio de futebol do Paraná está alinhada à capilaridade do Sicredi no Estado, presente com 350 unidades de atendimento, oferecendo conforto e agilidade de atendimento aos seus associados. “Percebemos um grande retorno para a marca do Sicredi em patrocinar o principal esporte dos brasileiros. Por isso, optamos por investir pelo segundo ano consecutivo no Campeonato Paranaense”, explica Maroan Tohmé, Diretor Executivo da Central Sicredi PR/SP/RJ.

Na opinião do presidente da Federação Paranaense de Futebol, Hélio Pereira Cury, o Sicredi se tornou um dos grandes parceiros da instituição e do futebol do estado como um todo. “O patrocínio do Sicredi é de extrema relevância e coopera com o fortalecimento dos clubes paranaenses. Esperamos que o sucesso da parceria perdure por muitos anos”, afirma. 

Desde o fim do ano passado, o Sicredi dá suporte ao futebol brasileiro de forma ainda mais consistente. Em dezembro, foi um dos apoiadores do jogo beneficente “Fome Só de Bola”, organizado pelo atacante Nenê, ex-Palmeiras e Santos, em Jundiaí. A partida reuniu craques, como Neymar, Kaká e Lucas (PSG) e outros esportistas, como Falcão, do Futsal, e Felipe Massa, da Fórmula 1. No início de 2015, o Sicredi também patrocinou a Copa São Paulo de Futebol Júnior, um dos principais torneios da categoria de base, responsável por revelar craques do futebol brasileiro nos últimos anos.

Regulamento
O Campeonato Paranaense de 2015 conta com a participação de 12 equipes, que se enfrentam em turno único, classificando as oito melhores para as quartas-de-final. Os quatro últimos disputam um torneio, rebaixando os dois pior classificados após jogos de ida e volta.
Fonte: Central Press

Dilma reaparece, defende ajuste e pede que ministério trave ‘batalha da comunicação’.



Presidente Dilma Rousseff, acompanhada dos ministros Aloizio   Mercadante, da Casa Civil;  Jaques Wagner, da Defesa; e Joaquim   Levy, da Fazenda; durante sua primeira reunião de trabalho com sua nova equipe ministerial, na Granja do Torto, em Brasília - 27/01/2015
Depois de quase um mês de silêncio, a presidente Dilma Rousseff convocou seu numeroso time de ministros nesta terça-feira a “travar a batalha da comunicação” e classificou como “boatos” a sucessão de notícias ruins que marcam os 27 dias do seu novo governo, incluindo os desdobramentos do escândalo de corrupção na Petrobras e o pacote de ajustes fiscaisque fará o bolso do brasileiro doer neste ano.
Dilma reapareceu hoje à frente da reunião com os 39 auxiliares que simbolizam o maior loteamento partidário já visto na Esplanada dos Ministérios. A fala inaugural da presidente durou 35 minutos e foi transmitida ao vivo pela televisão estatal NBR. Em seguida, a reunião na Granja do Torto, a casa de campo da Presidência da República, transcorreu a portas fechadas – inclusive sem a presença de assessores dos ministros.
No pronunciamento, a presidente deixou transparecer desconforto com o texto a ser lido e chegou a demonstrar irritação: foram duas broncas, por exemplo, pela lentidão do operador do seu teleprompter. Aos ministros, proferiu uma série de malabarismos retóricos para negar as contradições entre o governo que se inicia e o discurso da presidente-candidata. “Nós devemos enfrentar o desconhecimento, a desinformação sempre, permanentemente”, disse a presidente. E prosseguiu: “Não podemos permitir que a falsa versão se crie e se alastre. Reajam aos boatos, travem a batalha da comunicação, levem a posição do governo à opinião pública”.
“Vamos mostrar a cada cidadão que não alteramos um só milímetro o nosso compromisso com o projeto vencedor na eleição”, discursou.
Dilma atribuiu a situação econômica do país a fatores externos e citou a desaceleração de parceiros importantes, como China e Estados Unidos, num período recente. Ela também mencionou a queda no preço das commodities e a alta no valor do dólar. No cenário interno, Dilma mencionou a alta no preço dos alimentos e da energia, motivada pela crise hídrica no Brasil.
A presidente afirmou que vai lançar um plano de desburocratização para facilitar a atuação das empresas, ampliar as concessões de rodovias, portos, aeroportos – além de estender o modelo para as hidrovias – e dar início a um plano nacional de exportações. Agora, Dilma diz que o Brasil chegou a um “limite” e por isso se tornou necessário promover um “reequilíbrio fiscal”.
Mais uma vez o discurso realista e pragmático da presidente contrasta com o da candidata, que venceu as eleições negando problemas nas finanças do governo e acusando os adversários de planejarem tudo aquilo que ela mesmo faria no segundo mandato. Dilma, que havia garantido que não mexeria em benefícios sociais, não deu o braço ao torcer. Ela disse que as mudanças o seguro-desemprego, por exemplo, não são “medidas fiscais”: “Trata-se do aperfeiçoamento de medidas sociais para aumentar sua eficácia, eficiência e justiça”.
A presidente repetiu seu discurso tradicional sobre a corrupção na Petrobras: como se o problema não tivesse qualquer relação com seu governo, pediu que a empresa fosse defendida. “Temos que saber apurar, temos que saber punir, isso tudo sem enfraquecer a Petrobras nem diminuir a sua importância para o presente e para o futuro do país”, disse ela, que também prometeu ser “implacável” no combate a desvios de recursos públicos.
Fonte: Veja

Pescador é assassinado em Ibiporã

Um agricultor de 77 anos estava sendo procurado até o início da noite de ontem pelas polícias Militar e Civil de Ibiporã (Região Metropolitana de Londrina). Ele é suspeito de ter executado o pescador Wilson Neves, 40 anos, às margens de um córrego na chácara Velho do Galo, nos fundos do Jardim Afonso Sarábia. O agricultor seria dono da propriedade e teria se irritado com a presença de estranhos no local.

Luciana Azevedo pescava ao lado da vítima quando o crime aconteceu. Segundo ela, Neves foi morto sem chances de defesa. "Estávamos pescando tilápia. De repente, o velho (suspeito) chegou gritando: ‘Eu já falei não quero mais ninguém aqui neste rio’. Em seguida, deu dois tiros para cima", relatou a testemunha. "Nesse momento, Wilson ergueu as mãos para cima e o velho chegou perto e atirou em suas costas. Wilson ainda caiu dentro da água e tive que tirar ele de lá. Foi aí que o velho correu pela mata", detalhou a moça.

Policiais militares e socorristas foram acionados. Mas Neves morreu ainda no local. O tiro entrou em suas costas e saiu pelo tórax. Policiais militares contaram que a arma utilizada no crime, uma espingarda calibre 22, foi encontrada ao lado da chácara. Após os PMs realizarem buscas na propriedade, ainda localizaram uma espingarda calibre 12 e inúmeras munições dos mesmos calibres.
Paulo Monteiro
Equipe NossoDia-FOLHA DE LONDRINA

ESCOLA ESTADUAL PAULO FREIRE ESTÁ SENDO FECHADA EM CORNÉLIO PROCÓPIO




EM CONSEQUÊNCIA 33 FAMÍLIAS PASSARAM A TER QUE ANDAR MAIS DE 1 KM TODOS OS DIAS PARA BUSCAR O LEITE DAS CRIANÇAS, ATRAVESSANDO UMA RODOVIA MOVIMENTADA.

- Os bairros Fortunato Sibim, Padre Paulo Broda, Airton Senna e Universitário, são os mais prejudicados.
- Trabalhadores, cortadores de cana, diaristas, pedreiros, adolescentes e adultos são alunos desta escola, o local mais próximo que tem escola fica a mais de 3KM, que incentivo e motivação estes alunos vão ter agora?
- Em levantamento recente manifestaram interesse no 6º ano 17 alunos, 7º ano 11 alunos, no 8º ano 11 alunos e no 9º ano 07 alunos.
Antes de ter sido tomada esta atitude representantes do governo do Estado deveriam ter reunido a comunidade ouvido os pais, professores, imprensa local, Câmara de vereadores e várias forças vivas da comunidade para evitar que isto acontecesse pois educação é investimento e deve ser prioridade do governo.


FONTE - FACE DO VEREADOR FERNANDO PEPPES(PMDB)

Pistola de cola gera confusão em Cornélio

Londrina - Uma denúncia de tentativa de assalto envolvendo duas crianças mobilizou equipes da Polícia Militar na tarde de anteontem, em Cornélio Procópio (Norte Pioneiro). Os meninos envolvidos, de nove e 10 anos de idade, estavam com uma pistola de cola quente estragada, preta, quando se aproximaram de uma panificadora, no Jardim Panorama.

Segundo o relações públicas do 18º Batalhão da Polícia Militar (BPM), sargento Luciano Aparecido de Oliveira, um vizinho do estabelecimento viu os garotos com o objeto em mãos e confundiu a ferramenta usada para artesanato com uma arma de fogo. A PM foi acionada pelo 190 e se dirigiu ao local. "O intento das crianças até poderia ser entrar, pegar alguns doces e sair correndo. Mas eles chegaram e ficaram olhando, não deram voz de assalto. Foram embora sem fazer nada", explicou Oliveira.

Pelo menos três viaturas, além de policiais que estavam no quartel, foram até a panificadora. Os meninos foram localizados nas imediações e a pistola de cola quente apreendida. "O que aconteceu foi um mal entendido. O vizinho se assustou ao ver a pistola e quis tentar ajudar", comentou o sargento. O Conselho Tutelar foi acionado e acompanhou o caso. Conforme o órgão, as crianças são primas e não têm envolvimento anterior com atos infracionais. Ambas teriam encontrado a pistola no lixo. Os pais foram chamados e orientados sobre a situação.
Antoniele Luciano
Reportagem Local-FOLHA DE LONDRINA

Ataque em banco prejudica comércio em Sengés

Desde dezembro população aguarda reabertura de agência do Banco do Brasil destruída por assaltantes; reforma começou esta semana

Fotos: Divulgação
Os explosivos usados pelos criminosos causaram grandes danos ao estabelecimento; atendimento interno aos clientes precisou ser interrompido
 
Sengés – Um assalto com uso de explosivos à agência do Banco do Brasil em Sengés, em dezembro do ano passado, tem causado muitos transtornos a boa parte dos cerca de 19 mil moradores do município. É que o ato criminoso danificou o estabelecimento a tal ponto que o atendimento interno aos clientes precisou ser interrompido. Apenas casos excepcionais vêm sendo resolvidos de maneira improvisada pelos funcionários da agência, em visitas pessoais ou mesmo na calçada.

Passado mais de um mês, a tão aguardada reforma da agência teve início apenas na última segunda-feira, mas o banco ainda não definiu um prazo para finalizá-la. A Associação Comercial de Sengés já está em polvorosa. É que segundo o presidente da entidade, Luiz Magno Vieira, vários comerciantes têm reclamado de queda no faturamento porque os correntistas do banco estão indo à vizinha Itararé, no interior do Estado de São Paulo, distante 16 quilômetros, para fazer suas movimentações financeiras.

"Muitos lojistas já nos relataram que o faturamento caiu 30%. A pessoa que vai tirar dinheiro em Itararé acaba gastando lá, até porque a cidade é maior, tem preço mais competitivo. Os comerciantes de lojas de móveis e vestuário são os que estão tendo mais prejuízo por conta dessa situação. Dependemos de vendas, como vamos gerar emprego com o povo fora?", questionou Luiz Magno, que admitiu ainda não ter sido afetado diretamente pelo problema porque é dono de uma escola de curso profissionalizante.

Mas os transtornos não são apenas dos comerciantes. Vieira observou que muitos trabalhadores e aposentados da cidade recebem o pagamento pelo Banco do Brasil. Desde que a agência foi fechada para atendimento ao público por causa do ataque explosivo, o banco firmou uma parceria com a única agência dos Correios instalada no município, a fim de garantir a realização de operações básicas, como saques, depósitos e pagamentos. Mas com limitações. "Tudo depende do limite do caixa para fazer um depósito ou um saque. E se o cliente precisa cadastrar uma senha, retirar talão de cheque ou um serviço que dependa de liberação interna, não consegue", apontou o presidente da Associação Comercial.

O agravante, afirmou Luiz Magno, é que a agência dos Correios fecha para almoço das 12 horas às 13h30. "Se para entregar correspondência dentro do prazo o serviço deles já é péssimo, imagina fazendo serviço de banco. Um aposentado fica duas horas na fila, na rua, e na hora que chega ao caixa tem que atualizar a senha para a agência de Itararé para poder receber o benefício. Uma pessoa que não tem condições de se locomover ter de ir até outra cidade? Absurdo", criticou o comerciante. Por essas e outras é que o Ministério Público cobrou celeridade nas reformas. A FOLHA tentou falar com o gerente da agência do Correio, mas foi informada por um funcionário de que ele estava em atendimento e não poderia atender nem retornar a ligação.

O Banco do Brasil em Sengés disse lamentar não poder oferecer o atendimento adequado à população e informou que nos próximos dias, já com o andamento das obras, será possível estimar um prazo para a conclusão da reforma. A demora para começar o serviço teria sido provocada por causa dos trâmites licitatórios e porque haveria outras reformas consideras prioritárias em agências do banco que também foram alvos de ataques explosivos em cidades de maior porte.
Diego Prazeres
Reportagem Local-FOLHA DE LONDRINA

Carbonífera de Figueira busca novos mercados

Empresa pretende destinar carvão mineral para cerâmicas da região que, aliado ao carvão vegetal, vai abastecer fornos para a queima de tijolos e telhas

Fotos: Aline Damásio/Divulgação
Para garantir mercado, carbonífera busca outras alternativas de uso para o carvão mineral
Figueira - Após um período de crise vivido em 2014, quando a Companhia Carbonífera Cambuí, de Figueira, ameaçou ter suas portas fechadas por falta de incentivo público, a empresa começa este ano de olho em um novo nicho de mercado: as cerâmicas da região.

Segundo o técnico ambiental Anderson Caio, o carvão mineral retirado das minas da usina é de alta de combustão e pode ser utilizado também como combustível, aliado ao carvão vegetal, na queima de tijolos e telhas. "Após o risco de não termos para onde vender nossa produção, a empresa procurou novos mercados e encontrou uma alternativa para o carvão mineral, o que em parte garante a venda da carbonífera."

Fundada em 1942, a usina de Figueira é a única na produção de carvão mineral no Paraná. Segundo Caio, a Cambuí prossegue na escavação de uma nova mina para extração subterrânea do carvão mineral, que alimenta a usina termelétrica instalada no município, terceirizada pela Copel e que mantém um contrato de concessão de uso com a carbonífera durante 10 anos, válido até 2017.

O carvão mineral, principalmente na indústria de cerâmica vermelha (tijolos, telhas e blocos estruturais), está sendo misturado ao barro, reduzindo o consumo de outros insumos energéticos em suas fornalhas (gás natural, óleo combustível, cavaco de madeira e lenha), diminuindo o ciclo de queima. O carvão mineral se adapta perfeitamente para essa utilização, devido à grande facilidade de queima em função do seu alto teor de voláteis, explica Caio.

Também há um estudo da utilização dos resíduos da queima do carvão da usina para a elaboração de produtos utilizados na indústria de cimento e como adubo para a agricultura.

A variação no mercado de carvão mineral produzido em Figueira depende ainda de alguns estudos de viabilidade econômica mais detalhados, afirma o técnico de segurança do trabalho Abdias de Souza. "Temos de mensurar essas potencialidades. Após o anúncio de retomada de investimentos do governo na termelétrica, temos garantido o nosso comprador final e com isso a estabilidade de estudo de mercados alternativos, tanto de investimentos públicos quanto privados", informa.

Além da venda do carvão mineral, a Carbonífera Cambuí é responsável pela operação e a manutenção da usina termelétrica de Figueira. Cerca de 70% das seis mil toneladas de carvão produzidas são beneficiadas e usadas como matéria-prima na geração de energia pela usina, usada pela Copel. A capacidade de geração de energia é de até 10 megawatts (MW), suficiente para abastecer uma cidade de até 30 mil habitantes.

A nova mina, que começou a ser perfurada há dois anos, é a oitava da empresa e já alcança 170 metros de profundidade no subsolo. Todos os dias são escavados cerca de sete metros com a detonação de explosivos. Diariamente 360 funcionários trabalham na extração do carvão mineral.

Trabalhando apenas com extração de carvão no subsolo, a mina em operação atualmente na Cambuí tem prazo de até 30 anos e capacidade total de produção de até 5,5 milhões de toneladas em toda sua vida útil.
Aline Damásio
Especial para a FOLHA DE LONDRINA



Carvão mineral é a base econômica do município

Figueira - A Usina Termelétrica e a Carbonífera Cambuí localizam-se na região conhecida como vale Rio do Peixe, principal bacia carbonífera do Paraná. A extração do carvão é a principal atividade econômica de Figueira, que possui uma população de 8,2 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pecuária e o agronegócio também se destacam entre as atividades econômicas do município.

No ano passado, a ameaça de fechamento da termelétrica desencadeou vários movimentos políticos, que foram centralizados para que o governo investisse na melhoria da usina. O fechamento da usina causaria uma perda de 95% da renda tributária de Figueira.

A previsão da Copel é de investir R$ 106 milhões na modernização da Usina Termelétrica de Figueira neste ano, aumentando a geração de energia de 10 megawatts médios para 17,4 megawatts. No cronograma de investimentos está previsto um novo circuito gerador completo, com a substituição das duas caldeiras existentes na usina, prometendo maior rendimento energético e também adequação das plantas estruturais à atual legislação ambiental, com a implantação de novos equipamentos para controle e redução das emissões de poluentes. A conclusão está prevista para 2016. (A.D.)

FOLHA DE LONDRINA

Duas explosões de caixas eletrônicos na RMC em menos de uma hora

Dois ataques a caixas eletrônicos foram registrados na madrugada de ontem na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), um em Piraquara e outro na Capital. Na primeira ocorrência, uma quadrilha fortemente armada explodiu dois caixas eletrônicos na madrugada de ontem em Piraquara. Por volta das 4h30, pelo menos oito homens encapuzados e armados com fuzis e espingardas calibre 12 invadiram a agência do Bradesco, na Avenida Getúlio Vargas, no Centro da cidade. Em uma ação rápida, eles detonaram os explosivos e recolheram o dinheiro.

Durante a fuga, os assaltantes foram surpreendidos por uma equipe da Polícia Militar (PM), que chegou ao local em menos de cinco minutos. Durante a perseguição pelas ruas do Centro da cidade, a viatura foi alvejada e os bandidos fugiram em dois carros. Ninguém se feriu.

De acordo com informações da 1ª Companhia do Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd), um dos carros era um Gol vermelho. O outro não foi identificado. As equipes da PM fizeram buscas pela região, mas não haviam encontrado nenhum suspeito ontem.

Quarenta minutos depois houve outra explosão, desta vez no bairro Portão, na Zona Sul de Curitiba. Os criminosos estouraram os caixas de uma agência do Santander na Rua João Bettega e fugiram com o dinheiro antes da chegada dos policiais. A Polícia Militar informou que, apesar das evidências, somente as investigações poderão confirmar uma possível ligação entre os casos.

O Instituto de Criminalística periciou o local atrás de vestígios que possam identificar os criminosos. As investigações ficaram sob responsabilidade do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), da Polícia Civil. O bancos Bradesco e Santander não divulgaram as quantias levadas pelos ladrões.

A PM suspeita que, pelo modo de agir, há a possibilidade de que os criminosos sejam autores de pelo menos outros dois ataques registrados este ano na RMC. O último havia sido registrado na quinta-feira. O alvo foi outra agência do Bradesco, no Bairro Alto, em Curitiba. Oito homens armados explodiram os caixas eletrônicos e fugiram após troca de tiros com a PM.
Celso Felizardo
Reportagem Local-FOLHA DE LONDRINA

Inadimplência atrapalha administração das cidades

Falta de pagamento do IPTU e valores desatualizados do imposto, segundo gestores, reduzem investimentos e manutenção de serviços como a saúde e a educação

Fotos: Divulgação
Em Santo Antônio da Platina, o CMEI São Gabriel, no Conjunto Álvaro de Abreu, já deveria ter sido reformado, mas falta caixa ao município
Os R$ 220 mil (31% do volume) que não chegaram até a prefeitura de Cambará poderiam recapear aproximadamente 15 ruas da cidade
 
Santo Antônio da Platina - O índice de inadimplência do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é considerado alto em várias cidades do Norte Pioneiro. O dinheiro, que deveria ser pago pelos munícipes para custear a manutenção da cidade, não chega em seu valor integral aos cofres públicos porque muitas pessoas deixam este imposto de lado. Além do problema referente ao não pagamento, muitos gestores afirmam que o valor cobrado está abaixo do ideal e que, mesmo que fosse recebido integralmente, não seria suficiente para manter em dia os serviços prestados pelas prefeituras.

Santo Antônio da Platina se coloca entre os municípios que consideram defasado o o valor do IPTU. Segundo o secretário municipal de Fazenda, Celso Dias de Oliveira, por esse motivo o montante arrecadado com o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) atualmente é maior do que o valor referente ao IPTU. "Não somos uma cidade com grandes prestadores de serviços, mas o IPTU está tão desatualizado que é menor do que o valor arrecadado pelo ISS", informa.

Mesmo com valor abaixo do considerado ideal pelo gestor, o índice de inadimplência do IPTU na cidade foi de 16,15% no ano passado. O volume arrecadado pelo município com o imposto foi de R$ 3,5 milhões, mas R$ 768 mil deixaram de chegar aos cofres públicos por conta dos munícipes inadimplentes. O secretário afirma que o dinheiro poderia ter sido usado na reforma de dois centros de educação infantil (CMEI). "Temos dois CMEIs que estão precisando de reforma urgente. Eles serão a nossa prioridade neste ano, mas já poderiam ter sido reformados anteriormente se tivéssemos o dinheiro em caixa", afirma. Conforme Oliveira, a obra de cada estabelecimento vai custar cerca de R$ 350 mil. "Vemos as pessoas cobrando saúde e educação dos gestores, mas é importante que cada um faça a sua parte", complementa.

No município de Cambará os gestores preocupam-se com a inadimplência que já chegou a 45%, mas no último ano foi reduzida a 31%, número considerado alto pelo diretor de Tributação, André Telles da Silva Scandolo. "O valor integral que deveríamos ter recebido de IPTU era de pouco mais de R$ 900 mil no ano passado, mas mesmo após os parcelamentos e cobranças amigáveis recebemos apenas R$ 680 mil", afirma. Conforme ele, os R$ 220 mil que não chegaram até a prefeitura poderiam recapear 2.444 m² de ruas, o que representa cerca de 15 ruas do município. "Perdemos uma operação tapa-buracos que poderia ter sido feita em vários bairros da cidade. Por falta de verba tivemos que deixar a execução desse serviço para depois", lamenta.

Além de empregar o dinheiro em saúde e educação, como prevê a constituição (veja mais nesta página), André afirma que parte do valor recebido com IPTU é utilizado na manutenção da malha viária da cidade, nos cuidados com a arborização e na manutenção dos bairros, especialmente os residenciais. "Com o valor que arrecadamos não conseguimos manter a cidade em ordem. Mesmo se resolvêssemos todo o problema da inadimplência ele estaria abaixo das necessidade do município, pois o valor cobrado está desatualizado", acrescenta o diretor.

Em Curiúva algumas das necessidades são a implantação de galerias de águas pluviais, a pavimentação de vias urbanas e a recuperação de vias rurais. Estes serviços poderiam ter sido feitos há mais tempo se a inadimplência no pagamento do IPTU no município não tivesse chegado a 27% no ano passado. Apesar dos prejuízos trazidos pelos devedores, o superintendente de Tributação do município, Jorge Isaac Fadel Neto, não considera o índice alto. "Só seria preocupante se ele se estendesse por muito tempo, não podemos forçar o pagamento sem antes dar um prazo para a quitação", justifica. De acordo com ele, com o passar dos anos os inadimplentes vão quitando as dívidas.

"Vemos as pessoas cobrando saúde e educação dos gestores,
mas é importante que cada um faça a sua parte"

Michelle Aligleri
Reportagem Local-FOLHA DE LONDRINA

AL confirma aumento de 26,35% para os 54 deputados

Subsídios dos membros da Casa passarão de R$ 20 mil para R$ 25,3 mil mensais a partir de 1º de fevereiro

Curitiba – Naquele que deve ser um dos últimos atos de sua gestão, o presidente da Assembleia Legislativa (AL) do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), autorizou o já esperado aumento de 26,35% nos vencimentos dos 54 deputados estaduais que assumirão seus mandatos a partir de 1º de fevereiro. O Ato da Mesa Executiva que oficializa o reajuste foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial da Casa. Conforme o documento, os salários dos parlamentares passarão dos atuais R$ 20 mil para R$ 25,32 mil. O impacto estimado nas contas públicas é de aproximadamente R$ 3,42 milhões por ano. Isso sem contar as outras verbas as quais os membros da AL têm acesso, como as despesas de custeio (R$ 31,47 mil mensais cada).

Para que o acréscimo entrasse em vigor no próximo domingo, data da posse dos eleitos, o despacho precisava ser assinado por Rossoni, pelo primeiro secretário da Casa, Plauto Miró (DEM), e pelo segundo secretário, Ademir Bier (PMDB), até 31 de janeiro, quando se encerra a 17ª Legislatura (2011 a 2014). Não é exigida a sanção do governador Beto Richa (PSDB). Tanto a Constituição Federal, em diversos artigos, como a Estadual, no 54, estabelecem que os vencimentos dos membros da AL sejam equivalentes a no máximo 75% do que recebem, em espécie, os parlamentares em Brasília. Com o passar do tempo, porém, o teto acabou virando regra.

Há sete anos, a Casa aprovou também a lei estadual 15.433, que tornou automático o aumento para os seus integrantes, sempre quando houver alteração nos subsídios dos congressistas. O "efeito cascata" consta, ainda, da resolução 4/2011, que alterou o regimento interno da AL. Segundo o artigo 57, o subsídio será estabelecido a cada Legislatura, com base nos dispositivos constitucionais. Ou seja, como no Congresso os salários subiram de R$ 26,7 mil para R$ 33,7 mil, era praticamente certo que o mesmo ocorreria em âmbito estadual.

O último aumento no Legislativo paranaense, obedecendo a esses critérios, tinha sido oficializado em 18 de janeiro de 2011, quando o presidente era Nelson Justus (DEM). Na noite de ontem, após a publicação do decreto, a reportagem da FOLHA tentou contato com Rossoni, no entanto, ele não atendeu às ligações até o fechamento desta edição.

MAIS REAJUSTES
Além dos parlamentares, foram reajustados recentemente os salários da presidente Dilma Rousseff (PT), do vice-presidente Michel Temer (PMDB) e dos ministros de Estado, de R$ 26,7 mil para R$ 30,9 mil, bem como os dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do procurador-geral da República, de R$ 29,4 mil para R$ 33,7 mil. O último valor corresponde ao novo teto do funcionalismo, que tem impacto nas diferentes esferas de poder, em todas as unidades da federação.

No Paraná, o "efeito cascata" chegou primeiro ao Tribunal de Justiça (TJ) e ao Ministério Público (MP). Os integrantes dos dois órgãos passaram a receber entre R$ 24,8 mil e R$ 30,4 mil, um acréscimo de 14,6%. A tendência é de que, até o final do mês, os contracheques do governador, da vice-governadora Cida Borghetti (Pros) e dos 23 secretários de Estado sejam igualmente encorpados. O tucano ganhará os mesmos R$ 33,7 mil dos magistrados do STF; Cida receberá 95% do subsídio de Beto e os outros membros do primeiro escalão 70% do que ganha o chefe do Executivo. Para finalizar, os conselheiros do Tribunal de Contas (TC) também esperam acréscimos, seguindo a lógica de "paridade" com o MP e o TJ.
Mariana Franco Ramos
Reportagem Local-FOLHA DE LONDRINA

TRIBUNAL DE CONTAS DO PR ENCONTRA IRREGULARIDADES NAS CONTAS DE 2008 DE NOVA AMÉRICA DA COLINA


Em virtude de quatro restrições, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) emitiu parecer prévio pela irregularidade das contas de 2008 do Município de Nova América da Colina (Norte Pioneiro), de responsabilidade de Alceste Iwanaga de Santana, prefeito naquele ano.  Os motivos foram o déficit financeiro das fontes não vinculadas (8,01%); divergências nos ajustes efetuados na conciliação bancária em confronto com os extratos bancários (57 contas no Banco do Brasil e 3 na Caixa Econômica Federal); déficit de R$ 684.283,58 das obrigações financeiras frente à disponibilidade de recursos; e não apresentação de documentos bancários em conformidade com as formalidades do TCE-PR. O atraso no envio de documentos que integram a prestação de contas, dados do 6º bimestre do Sistema de Informação Municipal -Acompanhamento Mensal (SIM-AM) foi convertido em ressalva. Ao fundamentar seu voto, o relator do processo, conselheiro Nestor Baptista, concordou com a instrução da Diretoria de Contas Municipais (DCM) e com o parecer do Ministério Público de Contas (MPC), que opinaram pela emissão de parecer prévio pela irregularidade das contas. Em razão das impropriedades, o ex-prefeito deverá pagar quatro multas de R$ 725,48 - totalizando R$ 2.901,92. As sanções estão previstas no artigo 87, Inciso III, da Lei Orgânica do Tribunal (Lei Complementar Estadual nº 113/2005). A decisão, da qual cabe recurso, ocorreu na sessão de 10 de dezembro da Segunda Câmara. O acórdão foi publicado em 13 de janeiro, na edição 1.039 do Diário Eletrônico do TCE-PR. Após o trânsito em julgado do processo, o parecer prévio do TCE deverá ser encaminhado à Câmara de Nova América da Colina. A legislação determina que cabe aos vereadores o julgamento das contas do chefe do Executivo municipal. Para mudar a decisão do Tribunal - e julgar pela regularidade das contas - são necessários dois terços dos votos dos vereadores.Perder Barriga

FONTE - national noticias