VAGAS DE EMPREGO NA FAZENDA CACHOEIRA



A Fazenda Cachoeira está precisando de 20 mulheres para trabalhar na embalagem de tomates, 05 homens para estufas, duas vagas para serviços de administração e motoristas de caminhão.

Os intereressados devem procurar a Agencia de empregos de São Sebastião da Amoreira, nesta terça-feira, a partir das 13:00 hs.

CORPO É SEPULTADO SEM IDENTIFICAÇÃO


Após denuncia anônima, a Polícia Militar e Civil, foram chamadas para atender uma ocorrência de afogamento no Rio Tibagí, na região de São Jeronimo da Serra.

Segundo informações, o corpo de um homem de aproximadamente 45 e 50 anos, estava boiando na região entre Ortigueira e São Jeronimo da Serra, já em estado de decomposição avançada, com perfurações que podem ser de disparos de arma de fogo.

Como o mesmo não possuia identificação e não apareceu familiares, após os exames do IML, o corpo foi sepultado como indigente.

PRISÃO POR TRÁFICO DE DROGAS EM CORNÉLIO PROCÓPIO

Na madrugada do dia 18 de Outubro de 2014, 03h45m, através de serviço de observação e rápida atuação, equipe PM conseguiu desbaratar um “ponto de venda de drogas” que funcionava em uma casa da Rua José Alfredo de Carvalho. O local era conhecido como “Biqueira do Lequinha”, um implicado de 23 anos que foi preso junto ao primo de 21 anos por estarem vendendo papelotes de maconha para usuários que se deslocavam até a “biqueira”. Além dos dois implicados na venda de substância entorpecente, outros dois usuários com idades de 27 e 49 anos também foram encaminhados para o devido procedimento legal. OBS: No interior da casa foram apreendidos 10 pedras de crack; trinta e cinco gramas de maconha e R$ 60,00 reais em dinheiro.

DOIS ELEMENTOS SÃO PRESOS POR ROUBO DE PORCO EM CONGONHINHAS

Por volta de 11h00 da manhã do dia 18 de Outubro 2014, através de serviço de informação e minuciosa diligência, equipe PM conseguiu realizar a prisão em flagrante de dois indivíduos com idades de 23 e 26 anos, os quais na noite anterior haviam praticado um furto de semovente (porco de 90 quilos) de um Sítio no Município de Congonhinhas. Segundo o proprietário, o animal foi abatido por meio de facadas ainda em sua propriedade. A prisão dos infratores se tornou possível pelo fato de ambos terem deixado indícios de sangue até a chegada na residência de um dos implicados, além do que, um deles confessou espontaneamente que havia matado o animal no valor de R$ 400,00 reais, e, repartido entre colegas e desconhecidos. Diante do exposto, ambos seguiram encaminhados para lavratura de flagrante delito.

POLÍCIA MILITAR É CHAMADA PARA ATENDER BRIGA ENTRE INDÍGENAS EM SÃO JERONIMO DA SERRA

Ás 19h00 equipe PM deslocou até o Pronto–Socorro onde uma adolescente de 16 anos de origem indígena da etnia Guarani, havia dado entrada com alguma perfurações ocasionadas por objetos perfuro-contundentes. Que durante diligência as equipes PMs puderam verificar que se tratava de uma rivalidade entre duas etnias indígenas que estão em um mesmo território (aldeia), sendo que, os respectivos caciques (Kaigangue e Guarani) foram orientados a tomarem os devidos procedimentos. OBS: A polícia Federal foi acionada para tratar do assunto junto à FUNAI, uma vez que os causadores das lesões foram identificados.

HOMICÍDIO NA CIDADE DE ITAMBARACÁ

Ás 08h00 da manhã do dia 19 de Outubro, equipe PM deslocou mediante solicitação até um córrego que fica ao lado da Rua Lázaro Gomes, próximo ao Ginásio de Esportes, onde foi encontrado o corpo já sem vida de um adolescente de 17 anos, por nome Alex Sandro Aparecido Borges Ventura, 17 anos, o qual aparentemente havia sido vítima de golpes e ferimentos pela região do rosto e cabeça. Diante do exposto, o local foi mantido isolado até a remoção do corpo pelo IML que deverá explicar a causa morte. OBS: Diligências já estão sendo feitas no intuito de elucidar a autoria do provável crime.

Senadora nega ter recebido doações

Brasília - A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) voltou a negar ontem que tenha recebido doações para sua campanha de 2010 intermediadas pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal na Operação Lava Jato. Em nota, a senadora - derrotada na disputa pelo governo do Paraná neste ano - afirmou que não conhece Costa e Youssef e que todas as doações recebidas durante sua campanha de 2010 para o Senado foram entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-diretor da Petrobras disse ao Ministério Público Federal (MPF) que o esquema de corrupção na estatal repassou R$ 1 milhão para a campanha da ex-ministra da Casa Civil no governo Dilma Rousseff nas eleições de 2010, segundo reportagem do jornal "O Estado de S. Paulo". "Se os criminosos Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef eventualmente mencionaram qualquer contribuição de campanha à senadora - o que não se pode confirmar -, é certo que mentem. E mentem com o evidente objetivo de obter ilícita vantagem na barganha da delação premiada", diz a nota encaminhada pela assessoria de Gleisi. Costa e Youssef firmaram acordo de delação premiada com o MPF, que garante relaxamento da prisão caso contribuam com as investigações. "Fazer uma acusação contra uma ex-ministra da Casa Civil, ainda que desprovida de qualquer prova ou indício, aumenta os benefícios oferecidos pelo Ministério Público. Lá na frente, terminado o processo, nada será provado, porque não há o que provar, mas os dois réus confessos já terão recebido os benefícios do acordo com o MP", diz a nota. Gleisi afirmou, ainda de acordo com a nota, que tomará "todas as medidas judiciais cabíveis" contra o que classificou como "abuso" praticado pelos dois réus e contra o jornal "O Estado de S.Paulo".
Folhapress-FOLHA DE LONDRINA

Horário de verão pede nova rotina

A mudança na hora do sono traz modificações imediatas para o desempenho físico e o humor; manter média de horas dormidas auxilia ajustes do corpo

Fotos: Celso Pacheco
Mariane Vieira e William da Silva aproveitaram o primeiro dia do horário de verão para caminhar um pouco mais tarde. "A rotina não muda muito, aproveitamos mais o fim do dia
Para o veterinário Fernando De Biasi, o período traz mais disposição, sobretudo para quem gosta de praticar atividade física
Brasília - O início do horário de verão - medida que fez os relógios serem adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste para reduzir o consumo de energia - pode exigir cuidados para a adaptação do organismo e provocar alterações na rotina, sobretudo com o retorno às atividades escolares e ao trabalho, a partir de hoje. A mudança no horário de sono traz inclusive modificações imediatas para o desempenho físico e o humor.

Segundo o fisiologista do exercício, Renato André Silva, a explicação é que nosso corpo tem ritmos compatíveis com presença e ausência de luz. "Alguns hormônios são secretados de acordo com a presença de luz. Quando você muda o seu horário de sono e de vigília, sente imediatamente modificações relacionada ao desempenho físico e aspectos psicológicos, como humor e motivação para atividades diárias. Isso se dá por conta do chamado ritmo circadiano", justifica.

Para amenizar os impactos, o fisiologista recomenda ajustes na rotina, como manter a carga horária de sono. "As pessoas reclamam que têm que acordar mais dedo e na primeira e segunda semana do horário de verão não se ajustam para dormir mais cedo", diz. A dica do profissional é observar a média de sono dos três dias anteriores à mudança nos relógios e manter o ritmo.

Quem faz exercício físico pela manhã sentirá o impacto de demorar mais para ver a luz do sol, segundo Renato Silva. "Uma hora mais cedo para quem vai para academia e quem pratica exercícios como ciclismo, remo e corrida, significa alteração térmica. A ausência de luz faz mudar muito a sensação térmica, e a temperatura faz mudar as respostas fisiológicas. Quanto mais frio estiver, mais calor o corpo tem que produzir. Eu teria, então, um gasto calórico adicional para minimizar as chances da minha temperatura baixar".

O horário de verão, instituído pela primeira vez em 1931 com o objetivo de aproveitar melhor a luminosidade do dia nesta época do ano, reduz o consumo de energia nos horários de pico e, consequentemente, diminui o uso de energia gerada por termelétricas, que é mais cara e mais poluente do que a gerada pelas hidrelétricas.

No entanto, há quem veja com descrença o impacto da medida, como Larissa Carvalho. Ela diz acreditar que a medida não cumpre com tanta eficiência a meta de economizar energia. "Não sei se economiza realmente, pois acho que, com o fato da acordarmos mais cedo, não muda nada. As pessoas continuam usando a energia do mesmo jeito, seja a hora que for, então, efetivamente, acho que não tem tanta mudança, economicamente falando", disse.

O horário de verão 2014/2015 deverá evitar um gasto de R$ 280 milhões com o acionamento de usinas térmicas, que seria necessário para suprir a demanda no horário de pico, de acordo com o Ministério de Minas e Energia. Pela estimativa, o ganho econômico deve ser menor que o do horário de verão 2013/2014, quando chegou a R$ 405 milhões, a economia com a redução da necessidade de energia de térmicas.

Este ano, o horário de verão será estendido em uma semana, por causa do carnaval, encerrando no dia 22 de fevereiro de 2015. Pelo decreto que instituiu o horário de verão, a medida é iniciada no terceiro domingo de outubro e encerrada no terceiro domingo de fevereiro do ano subsequente. No ano em que houver coincidência com o domingo de carnaval, o fim deve ocorrer no domingo seguinte. O objetivo é evitar que, em meio a um feriado, algumas pessoas esqueçam de ajustar os relógios.

EM LONDRINA


Em Londrina ontem muitos aproveitaram as horas a mais de sol para passear pelo Lago Igapó 2. Para o veterinário Fernando De Biasi, o período traz mais disposição, sobretudo para quem gosta de praticar atividade física. "Hoje não mudou muito coisa, mas, a partir de amanhã, vai ser mais gostoso vir ao Lago Igapó. Faço atividade depois do trabalho e ainda tem sol; dá para aproveitar mais o final da tarde", resumiu. A professora Mariane Vieira e o fotógrafo William da Silva também desfrutaram o primeiro dia do horário de verão para caminhar um pouco mais tarde. "Para mim, a mudança é bem tranquila. A rotina não muda muito, só que aproveito muito mais o fim do dia", comentou. (Colaborou Marian Trigueiros/Reportagem Local)
Agência Brasil-FOLHA DE LONDRINA

Pancada de chuva traz ventos de 65 km/h

Londrina - Uma frente fria vinda do Rio Grande do Sul conseguiu avançar e ultrapassar o bloqueio atmosférico do Paraná causando instabilidade no tempo. No início da tarde de ontem, uma pancada de chuva - que durou pouco menos de quinze minutos - também trouxe fortes rajadas de ventos. Em Londrina, os ventos chegaram a 65,5 quilômetros por hora e cerca de 3 milímetros de chuva no período. A precipitação total foi de 4,2 milímetros de água. No entanto, o Corpo de Bombeiros do município não registrou ocorrências graves. Apenas uma árvore caiu sob a rodovia PR-445, a 15 quilômetros de Londrina, impedindo o trânsito na pista. A árvore teve de ser cortada para que os carros pudessem voltar passar. Nas cidades vizinhas a situação também estava sob controle.

Apesar disso, o Instituto Tecnológico Simepar alerta que os próximos dias terão pancadas fortes novamente, deixando o tempo instável. De acordo com o meteorologista Tarcízio da Costa, o problema maior não vai ser a quantidade de água, mas a força dos ventos. "O calor, contudo, não deve amenizar no Norte do Estado. O Sul já deve perceber uma queda na temperatura." Na última sexta-feira, a chuva causou grandes estragos na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). As temperaturas devem manter-se as mesmas neste início de semana, variando entre mínima de 21 graus e máxima de 32 graus. Na quarta-feira, o sol volta a predominar na cidade e no Estado.

Domicílios sem energia


A Copel informou que 7 mil domicílios ficaram sem energia elétrica por causa da tempestade deste domingo. Segundo a assessoria de imprensa, dois circuitos foram desligados, o que o provocou a queda de energia nos condomínios atrás do Shopping Catuaí (Zona Sul), e em residências na região do Jardim Interlagos (Zona Leste). De acordo com a Copel, a recomposição começou logo após a chuva e por volta das 16h30 quase todos domicílios afetados já estavam com o serviço normalizado.
Marian Trigueiros
Reportagem Local-FOLHA DE LONDRINA

Assembleia Legislativa terá 22 milionários

Juntos, eles somam uma fortuna de R$ 69 milhões, 4,4 vezes maior que as posses dos outros 32 parlamentares

 
A bancada dos milionários eleita para a Assembleia Legislativa do Paraná no último dia 5 tem 22 parlamentares. Eles declararam à Justiça Eleitoral bens em valores superiores a R$ 1 milhão. Juntos, eles têm uma fortuna de R$ 69 milhões, 4,4 vezes maior que as posses dos outros 32 parlamentares. Neste caso, a soma dos bens atinge pouco mais de R$ 15,5 milhões.

Dos milionários, 13 foram reeleitos para um novo mandato e os outros nove estão chegando agora ao Legislativo estadual – apesar de haver eleitos que já cumpriram outros mandatos, como o deputado federal Ratinho Júnior (PSC).

O mais rico, entretanto, é Plauto Miró (DEM), que declarou R$ 8,8 milhões, seguido de perto por Márcio Pauliki (PDT), eleito pela primeira vez – suas posses somam R$ 8,2 milhões, de acordo com os dados disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ratinho declarou R$ 7,9 milhões e Jonas Guimarães (PMDB), R$ 7,3 milhões. Juntos, os quatro possuem mais de R$ 32 milhões.

Na outra ponta do levantamento estão dois herdeiros eleitorais. Felipe Francischini (SD), filho do deputado federal reeleito Fernando Francischini (SD) e eleito para sua primeira legislatura, declarou não possuir bem algum.

Já Maria Victória (PP), filha da deputada federal Cida Borghetti (Pros) e do ex-deputado federal Ricardo Barros (PP), declarou ao TSE R$ 17,1 mil – frutos de participações em cinco empresas das quais também é sócio seu pai, em todas, e sua mãe, em três delas.

Já outros dois herdeiros, Paulo Litro (PSDB) – filho da deputada estadual Rose Litro (PSDB) e do ex-deputado estadual Luiz Fernandes da Silva Litro - e Requião Filho (PMDB) – filho do senador Roberto Requião (PMDB) - entram no rol dos milionários. Nos dois casos, os bens mais preciosos são imóveis.

Entre as bancadas, a mais rica é a do PSC, que tem 12 parlamentares com posses somando R$ 17 milhões. Porém, somente Ratinho acumula R$ 7,9 milhões – dos 12, ainda são milionários Ricardo Arruda, Claudio Palozi e Wilmar Reichenbach.

Com oito parlamentares eleitos, o PMDB chega perto na soma, com R$ 16,2 milhões. Porém, a segunda bancada mais rica é bem menor: os quatro deputados do PDT eleitos acumulam riquezas da ordem de R$ 16,3 milhões. Os bens dos oito do PMDB somam R$ 16,2 milhões e o dos quatro do DEM, R$ 13,2 milhões.
Luís Fernando Wiltemburg
Reportagem Local
FOLHA DE LONDRINA

SÉRIE D LONDRINA FECHA ANO PERFEITO COM ACESSO NO BRASILEIRÃO

O Tubarão voltou

LEC segura empate com Anapolina e retorna à Série C após dez anos

RICARDO CHICARELLI
RICARDO CHICARELLI - Jogadores e comissão técnica do Tubarão celebraram no gramado do Café o aguardado acesso à Série C do Campeonato Brasileiro
Jogadores e comissão técnica do Tubarão celebraram no gramado do Café o aguardado acesso à Série C do Campeonato Brasileiro


Pode celebrar, torcedor alviceleste. O Londrina está fora do limbo do futebol nacional. O Tubarão empatou com a Anapolina em 0 a 0 e conquistou o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. O time alviceleste, agora, tem calendário cheio para pelo menos mais dois anos e subiu um degrau no futebol nacional, deixando de fazer parte dos times sem divisão. Dez anos depois a cidade chorar a queda para a terceira divisão nacional, o torcedor agora comemora a volta à competição.

O Londrina entrou na Série D como um dos grandes favoritos. O time havia sido campeão Paranaense meses antes, manteve a base campeã, reforçou-se estrategicamente nos pontos carentes, era dono de um dos maiores orçamentos da competição e tinha, sem dúvida, a melhor estrutura de treinamento. Dentro de campo, o time comprovou a força da soma destes fatores. A campanha foi avassaladora. Em 12 jogos, foram oito vitórias e quatro empates. Marcou 19 gols e sofreu apenas 4.

Agora, após a missão cumprida, o time foca a conquista do título. Na semifinal, o adversário será o Brasil-RS, que perdeu para o Brasiliense no tempo normal por 2 a 1, mas venceu nos pênaltis por 4 a 3. O primeiro jogo será sábado, em Pelotas.

Na outra semifinal, o Confiança, que empatou com a Jacuipense-BA em 0 a 0 (havia vencido o jogo de ida por 2 a 0) vai encarar o Tombense-MG, que passou pelo Moto Club-MA por 2 a 0 (o primeiro duelo havia terminado empatado em 2 a 2). O primeiro jogo é em Minas Gerais.

O JOGO


O Londrina entrou em campo com a vantagem construída no jogo de ida, em que venceu por 2 a 0. Mesmo assim, partiu para cima da Anapolina. Queria ampliar a vantagem e cancelar qualquer possibilidade de sofrimento.

Quem aparecia mais neste momento era o lateral Allan Vieira, que teve duas oportunidades logo de cara. Anderson também passou perto com um chute de longa distância.

Aos poucos, a Anapolina foi entrando na partida e o domínio alviceleste foi diminuindo. O momento crucial veio aos 20 minutos. Anderson errou um passe na intermediária, Rafael Alemão roubou a bola e saiu na cara do goleiro Vítor, mas chutou para fora a chance de botar fogo no jogo.

A partir da segunda metade da etapa, o Londrina já não conseguia chegar mais com perigo. Errava demais e abusava dos lançamentos. A Anapolina, entretanto, não tinha qualidade suficiente para aproveitar o momento ruim do Tubarão.

Veio o segundo tempo e o time do técnico Cláudio Tencati voltou melhor e passou a mandar no jogo novamente. Na base dos contra-ataques, foi perdendo uma chance atrás da outra. Aos três minutos, Allan Vieira tabelou com Bruno Batata e chutou para boa defesa de André Luís. Aos 5, novamente o goleiro evitou o gol alviceleste. Primeiro no chute de Anderson, depois, no rebote de Paulinho. Em outro rebote, Anderson chutou para fora. Celsinho teve duas grandes oportunidades, mas o excesso de preciosismo impediu o gol.

E o jogo foi seguindo tenso até o final. Aos 42, Rafael Alemão perdeu outra grande chance, na pequena área. E foi só. Empate e festa alviceleste no Café.


Thiago Mossini
Reportagem Local-folha de londrina

Após acidente em cruzamento, carro quase atravessa muro de casa

Carro colidiu com outro veículo no bairro Capão Raso, em Curitiba.
Internauta fotografou acidente na tarde deste sábado (18).

Silvia CordeiroDo G1 PR
Carro ficou parado em meio à cerca viva de uma residência na tarde deste sábado (18), em Curitiba (Foto: Jaqueline Soek/Na Hora Certa)Carro ficou parado em meio à cerca viva de uma residência na tarde deste sábado (18), em Curitiba (Foto: Jaqueline Soek/Na Hora Certa)
Um carro atingiu o muro de uma casa, no bairro Capão Raso, em Curitiba, no Paraná, na tarde deste sábado (18). O acidente foi registrado pela internauta Jaqueline Soek, que mora próximo ao local. Segundo ela, o carro branco acabou furando a preferencial e foi atingido pelo outro veículo. Com o impacto, o automóvel foi jogado contra a cerca viva da residência. Segundo o Batalhão de Polícia de Trânsito (Bptran), ninguém se feriu.
A internauta conta que o motorista do carro branco estava sem gasolina e descia a rua José Alcides de Lima atrás de um posto de combustíveis, que fica mais adiante. Para pegar embalo e não parar no meio do caminho, o motorista não parou na preferencial. O outro carro que seguia pela rua Leon Nícolas acabou atingindo o veículo.
Por volta das 18h30, uma equipe do Bptran ainda fazia atendimento no local e por isso, não soube informar mais detalhes sobre o ocorrido.

Horário de verão inicia com chuva e muito calor em Londrina; há risco de temporais


Guilherme Batista - Redação Bonde
QR:
Flip

O horário de verão começa à meia-noite deste domingo (18). Em Londrina, os primeiros dias do novo sistema serão marcados pela volta da chuva.

De acordo com o Instituto Meteorológico Simepar, a previsão para a manhã e a tarde deste domingo é de céu claro, com chuvas isoladas entre o final da tarde e o início da noite. "Será uma típica chuva de verão", explicou a meteorologista Sheila Paz.

Apesar da precipitação, as temperaturas vão continuar altas amanhã, com variação entre 22º C e 37º C.

A chuva continua na segunda-feira (20), quando Londrina terá tempo parcialmente nublado com temperaturas mais amenas, variando entre 22º C e 32º C. "A precipitação fará o calor perder um pouco de força", afirmou a meteorologista.

Sheila Paz adiantou, ainda, que algumas cidades da região norte do estado, inclusive Londrina, poderão ser atingidas por temporais na próxima semana. "Não dá para descartar. Principalmente nos fins de tarde, quando o forte calor acaba encontrando a umidade", destacou.

JOVEM QUE PERDEU A VIDA NO TREVO DE STO. ATONIO DO PARAÍSO ERA ESTUDANTE DE EDUCAÇÃO FÍSICA


Na manhã deste sábado; jovem estudava Educação Física em Jacarezinho
clique para aumentarAcidente mata estudante de 19 anos de Pinhalão
  • Acidente mata estudante de 19 anos de Pinhalão
  • Acidente mata estudante de 19 anos de Pinhalão
  • Acidente mata estudante de 19 anos de Pinhalão
  • Acidente mata estudante de 19 anos de Pinhalão
  • Acidente mata estudante de 19 anos de Pinhalão
  • Acidente mata estudante de 19 anos de Pinhalão
Júlia Caroline Souza(fotos), estudante de Pinhalão de apenas 19 anos,morreu na manhã deste sábado,dia 18.
Foi por volta das sete horas no chamado Trevo do Dez,na PR-160, entre Congonhinhas e Nova Fátima.
A jovem, que cursava Educação Física em Jacarezinho,estava num Fiat Uno (placas ART-3677/Pinhalão), junto com o namorado,Luiz da Silva Cunha, e viajava para fazer um curso em Cornélio Procópio,quando o carro foi atingido por uma caminhonete Strada (placa AWL 1912/Londrina) que, segundo informações,teria invadido a pista contrária.
A violenta colisão tirou a vida da moça na hora.
Cunha e os quatro ocupantes da strada foram levados para o Hospital Municipal de Congonhinhas e Santa Casa de Cornélio Procópio.
As polícias civil e militar de Santo Antonio do Paraíso e São Sebastião da Amoreira estiveram presentes, assim como o SAMU(Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) do Norte Pioneiro.
O corpo será sepultado neste domingo, dia 19, em Pinhalão.

fonte - np diario

VEM AÍ O JANTAR BENEFICENTE EM PROL DA ASSOCIAÇÃO CENTRO COMUNITÁRIO DE S.S. DA AMOREIRA


Com a promoção e organização da empresa “Ponto Rural”, acontece no dia 22 de novembro, no centro de eventos “Estrela do Céu”, o jantar beneficente que irá beneficiar com toda sua renda à Associação Centro Comunitário, mais conhecida como Creche e que tem o comando da irmã Vicenzia e demais irmãs da igreja católica.

O evento já está em seu 2º ano e terá a animação da Banda Sweet.

Os convites podem ser adquiridos pelos telefones 043-32651224, 9141-3215(vivo) e 9937-0274 com a Ponto Rural.

Disparo acidental mata bebê na madrugada

Michelle Aligleri - Equipe Folha
QR:
Flip

Um bebê de onze meses morreu na madrugada deste domingo (19) vítima de um disparo de arma de fogo. De acordo com a Polícia Militar de Jaguariaíva, que atendeu a ocorrência, o pai da criança afirmou ter atingido o bebê acidentalmente com um tiro de espingarda. Ele teria ouvido um barulho do lado de fora da residência e acabou disparando enquanto carregava a arma para averiguar. A situação ocorreu por volta das 2 horas no bairro dos Alves, no município de Sengés.

A mãe, que no momento do acidente carregava o bebê no colo, também foi alvejada no braço. Ela permanece internada no hospital Carolina Lupion. O pai foi levado para a delegacia para esclarecimentos e o corpo do bebê foi encaminhado para o IML de Ponta Grossa.

SANTA CECILIA DO PAVÃO - SECRETARIA DA AGRICULTURA PROMOVE CURSO DE CONSERVAS MOLHOS E TEMPEROS

A Secretaria da Agricultura em parceria com o SENAR, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, promoveu em Setembro o curso de CONSERVAS MOLHOS e TEMPEROS. Este curso foi oferecido as agricultoras e familiares de agricultores.
Cerca de 10 agricultoras estão recebendo qualificação para produzir em suas propriedades, conservas, molhos e temperos artesanais. O curso teve duração de 2 dias.
O objetivo é qualificar as produtoras e produtores rurais para que use os alimentos disponíveis em maior quantidade nas safras, para produzirem conservas, molhos, e temperos que possam ser estocados e utilizados nos períodos de menos produtividade do ano.
Durante o curso foram abordados tópicos como: Conceito de hortaliças, classificação das hortaliças, períodos de safras das hortaliças no Paraná, métodos de conservação: adição de soluto, exaustão, branqueamento, esterilização, pasteurização, desidratação, embalagens, rotulagem e medidas.
Os participantes tiveram a oportunidade de aprender na teoria e prática a realização de várias receitas, entre elas: conserva mista decorada, conserva de beterraba, conserva de pimenta, conserva de batatinha, conserva de berinjela, conserva de gengibre, sal aromatizado, molho de pimenta, catchup, pasta de alho e tempero de alho e cheiro verde.
Quem possuir interesse em participar de novos cursos, entre em contato com a Secretaria da Agricultura, através do telefone: 3270-1594 e faça o seu pedido.


Fonte: ASSESSORIA PREFEITO

PEQUENOS ADULTOS - Infância vive momento de paradoxo

Nas grandes cidades, "crianças-rei" dominam agendas familiares e se tornam o centro das atenções; ao mesmo tempo, seus direitos são pouco reconhecidos

Arquivo pessoal
Cibele Noronha de Carvalho, pesquisadora da infância
Nas propagandas televisivas, nos outdoors, nas redes sociais e na extensa programação dos shopping centers, elas reinam absolutas neste mês em que se comemora o Dia das Crianças. Mas, para além do apelo comercial que ronda a data, qual o espaço ocupado pela infância na vida das pessoas? A pesquisadora de infância Cibele Noronha de Carvalho, doutoranda em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), considera que há muitas formas de ser criança. "Ao perguntar o espaço que disponibilizamos às crianças dos grandes centros urbanos, por exemplo, podemos dizer que o lugar delas atualmente é o do paradoxo", diz.

Denominadas por alguns teóricos como "crianças-rei", elas dominam agendas familiares que giram em torno dos compromissos infantis e, segundo Cibele, participam ativamente de decisões de compra de toda a família. Nascidas em tempo de planejamento familiar, são geralmente muito esperadas e, conforme vão crescendo, há o desejo dos pais de que o processo de socialização delas seja norteado pela autonomia.

Apesar de tanta valorização, a pesquisadora lembra, por outro lado, que as crianças não são muito ouvidas. "É como se não tivessem o que dizer", critica, lembrando que os direitos da população nesta faixa etária ainda são pouco reconhecidos.

Para ela, ao mesmo tempo que compartilhamos a crença em uma educação para a autonomia, paradoxalmente, deixamos de reconhecer a criança como criança quando nos deparamos com a autonomia dela. "É bastante frequente que adultos se incomodem com crianças que expressam sua opinião, que busquem realizar pequenas tarefas sozinhas, mesmo sendo esse o nosso modelo de educação."

O que é ser autônomo?

A ideia de autonomia precisa ser melhor discutida, porque, a rigor, ninguém é autônomo, ou seja, ninguém cria suas próprias regras ou escolhe seu próprio nome. Mas esse valor educativo, que às vezes utilizamos muito cegamente, expressa, muitas vezes, o nosso incômodo com o fato de que precisamos do outro porque somos um ser social. Seria mais preciso falarmos de uma autonomia relativa. Por um lado, é comum percebermos um certo exagero na proteção às crianças, sobretudo das camadas médias. Riscos como a obesidade, os "traumas", a violência e as epidemias vêm sendo alardeados e, consequentemente, cresce a opção por se viver em condomínios fechados, e somem dos desenhos animados e das histórias os conflitos. Por outro lado, as crianças estão ainda muito desprotegidas da propaganda direcionada a elas e dos riscos vindos do acesso à internet que é tão difícil de ser mediado.

Alguns adultos parecem valorizar demais atividades pedagógicas, cursos,

certificados como garantia de sucesso para os filhos... Mas não ensinam as crianças a fazerem sozinhas atividades do dia a dia e inclusive a brincar sozinhas. Quais as consequências desta prática?

Sim, nesse processo, educar para a autonomia se tornou educar para o empreendedorismo. A utilização desse jargão diz muito. Além disso, tratar a educação dos filhos com tanto profissionalismo é desconhecer a especificidade da infância e a importância de brincar nessa fase da vida. Inúmeros autores e correntes teóricas se dedicaram a compreender a importância do brincar para a elaboração de conceitos e emoções. E não só as crianças estão cada vez mais pedagogizadas, o mercado tem ainda oferecido cursos pras mães. Isso faz parte do que tínhamos falado de um superinvestimento, sobretudo material e educativo que as famílias têm feito nas crianças, mas que muitas vezes se resume a um certo planejamento escolar e profissional, desconsiderando as relações e o brincar como forma da criança se apropriar do mundo. As crianças estão sendo tratadas como pequenos adultos.

Com relação aos espaços públicos, eles parecem não pertencer mais à infância. Concorda com a afirmação? De que forma "devolvê-los" às crianças em uma realidade em que as pessoas têm muito medo da violência?

Concordo sim. Sobraram às crianças os espaços especificamente planejados pra elas. Parques e praças infantis cercados e decorados com as cores primárias que acreditamos ser do gosto infantil, por exemplo. As crianças não circulam mais pelas ruas. Atualmente, têm surgido alguns estudos sobre os deslocamentos das crianças. Alguns, sobretudo fora do Brasil, mostram que vem progressivamente diminuindo o raio de circulação das crianças de classe média desacompanhadas e à pé por causa da violência urbana e do trânsito. Por sua vez, os estudos brasileiros têm se dedicado principalmente a mostrar que, considerados os trajetos em diversos meios de transporte, o raio de deslocamento das crianças de classe média é maior do que o das crianças das classes mais populares. Esses resultados acusam que as nossas desigualdades são também espaciais. Buscando uma reapropriação do espaço público, alguns grupos sensíveis a essa questão têm proposto piqueniques coletivos, pequenos campeonatos de carrinho de rolimã ou carnavais de rua. As redes sociais têm facilitado a divulgação desses eventos. Além disso, há algumas pequenas iniciativas muito interessantes como o Pedibus, uma prática conhecida na Europa e nos Estados Unidos, mas rara aqui no Brasil. Trata-se de uma versão pedestre do transporte escolar coletivo em que um grupo de pais se reveza para levar as crianças à pé para a escola.

Por outro lado, entre as camadas mais pobres, muitas vezes as crianças são "jogadas" nos espaços públicos sem qualquer tutela, o que acaba gerando situações de risco...

Sim, é interessante notar que quando explicitamos as ideias mais dominantes do que é infância, como a ideia de que a rua não é lugar de criança, percebemos que não são dadas às crianças mais pobres ou em situação de risco condições para atender essas expectativas. São crianças que vivenciam situações usualmente consideradas adultas. Colocadas à margem de nossa representação social de infância, passo seguinte é que recebam um tratamento de adulto. Daí o projeto, a meu ver absurdo, de diminuição da maioridade penal. É preciso que estejamos todos engajados para mudar essa realidade social tão perversa. Em um mês que comporta o Dia das Crianças e as eleições, fica o convite para que cada um procure saber quais ideias de espaço público e de infância cada candidato apresenta.

Por que seria importante viver os espaços públicos?

O espaço público nos propicia experiências de cidadania e coletividade. Nele, a criança experimenta regras que não são domésticas, familiares ou privadas. Se há segurança para que a criança faça pequenos deslocamentos sozinha, ela pode fazer escolhas e, por isso, desenvolver o autocontrole. Além disso, os deslocamentos à pé fazem bem pra saúde e reduzem os impactos ambientais do carro. Acredito que as crianças estão desaprendendo a fazer escolhas e arcar com algumas pequenas consequências, a vivenciar um espaço coletivo, a cuidar e se responsabilizar pelo patrimônio público. Mas penso também que os adultos andam desaprendendo a conviver com as crianças, na mesma medida em que elas estão cada vez mais deseducadas a conviver fora dos espaços especializados. Crescem os espaços de criança, mas crescem também os estabelecimentos chamados "no-children". É bastante estranho porque não podemos dizer: nesse hotel não entram velhos ou, nesse restaurante não entram mulheres, mas é possível dizer "não aceitamos crianças". O que mostra que as crianças ainda não têm o seu estatuto de cidadãs suficientemente garantido. À margem do espaço público e do exercício da cidadania, elas estão mesmo à margem das cidades.
Carolina Avansini
Reportagem Local-folha de londrina

Lava Jato: governadores podem não tomar posse

Fontes ligadas às investigações da Operação Lava Jato afirmaram, sem citar nomes, que "alguns governadores" eleitos no último dia 5, em primeiro turno, podem não tomar posse em 1º de janeiro, em razão da gravidade do envolvimento deles no esquema de corrupção e lavagem de dinheiro chefiado pelo megadoleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, presos há sete meses. 

Tem mais 

Há políticos disputando o 2º turno, segundo fontes da investigação, que também podem ser alçados pela Justiça, no escândalo da Lava Jato. 

Fonte - Claudio Humberto - na folha de londrina de 19-10.

Celebrações comemoram os 100 anos de Schoenstatt

Movimento apostólico em Londrina teve programação no Moringão e caminhada até o Santuário no colégio Mãe de Deus

Saulo Ohara
Edna Candoti relata que a Mãe Peregrina a protegeu em um assalto: "A bala ficou alojada a poucos centímetros da medula. Caí em frente ao quadro de Schoenstatt e o milagre aconteceu"
Londrina – Celebrações durante todo o sábado comemoraram em Londrina os 100 anos do Movimento Apostólico de Schoenstatt, que foi fundado em 18 de outubro de 1914 na Alemanha pelo Pe. José Kentenich. Hoje o movimento possui 200 santuários marianos em diversos países, sendo 20 deles no Brasil. Em Londrina, o Santuário da Esmagadora da Serpente fica nos jardins do Colégio Mãe de Deus, no centro.

A festa em Londrina teve como palco o ginásio Moringão, que recebeu programação musical, vivências dos grupos que formam o movimento e a transmissão da comemoração em Schoenstatt, na Alemanha. A comemoração foi encerrada com uma missa celebrada pelo arcebispo de Londrina, Dom Orlando Brandes, e pelo arcebispo emérito, Dom Albano Cavalin, e uma caminhada até a capela. Os pioneiros de Schoenstatt na cidade também foram homenageados. As primeiras irmãs marianas chegaram à cidade em 1936.

Para o padre Ivan Simicic, coordenador de Schoenstatt no Paraná, a data é importante para relembrar a história e renovar o movimento para as demandas da atualidade. "O nosso desafio é ajudar a Igreja a manter a fé viva nas pessoas, a descobrirem o Deus novamente, a renovar a sociedade, a família e a política para que a vida seja plena", apontou o religioso.

Segundo ele, o Movimento de Schoenstatt se caracteriza por abrigar todas as camadas da sociedade: jovens, idosos, mulheres, famílias, religiosos. "Há 100 anos o Pe. Kentenich já tinha essa mentalidade de abrir a igreja para todos e esse é o discurso atual do papa Francisco", ressaltou Margarida Machado, 86 anos, e há mais de 40 no Movimento.

Caravanas de várias cidades da região prestigiaram a festa, que emocionou muitos fiéis. A comerciante Edna Candoti, 51 anos, participa do Movimento há 15 e fez questão de agradecer a Mãe Peregrina. Há dois anos ela foi baleada em um assalto ao seu estabelecimento comercial, e não morreu. "A bala ficou alojada a poucos centímetros da medula. Caí em frente ao quadro de Schoenstatt e o milagre aconteceu naquele momento. Renasci sem nenhuma sequela", contou, emocionada, a moradora do Conjunto São Lourenço (zona sul).
Lucio Flávio Cruz
Reportagem Local-FOLHA DE LONDRINA