Jovem de 15 anos de idade perde a vida em acidente na BR 369 em Cornélio Procópio











Por volta das 19h30 da noite de sábado (16), a equipe do Corpo de Bombeiros de Cornélio Procópio foi acionada para atender uma ocorrência de acidente na BR 369, perto ao trevo do Distrito de Congonhas, nos arredores da empresa Fujimura, antiga Kanebo, onde um motociclista, acompanhado da namora acabou caindo após atropelar um cachorro que cruzou a estrada.
Chegando ao local os socorrista se depararam com a jovem Jacqueline Parize, 15 anos, moradora do Conjunto Habitacional Henrique Vitorelli, já sem vida e o condutor da moto, identificado apenas como Maicon, com ferimentos leves, deambulando pelo local, muito nervoso e em estado de choque.
Segundo informações de pessoas que presenciaram o acidente, um cachorro atravessou a pista, entrando na frente da moto provocando o acidente e tirando a vida da jovem Jacqueline, uma fatalidade irreparável para a família da garota.
Funcionários da ECO-NORTE estiveram no local pouco depois do acidente, antes mesmo do Corpo de Bombeiros, mas devido ao forte impacto que a garota sofreu na região do crânio, segundo avaliação primária dos socorristas, a jovem morreu instantaneamente e nada pode ser feito.
Ressalta-se que Jacqueline usava capacete aberto o que não é recomendado e os bombeiros sempre alerta para o fato.
A péssima notícia foi dada ao pais da garota pessoalmente pelos socorristas do Corpo de Bombeiros, aconselhados pelo médico da ECO-NORTE, que atendeu o acidente e achou melhor que durante a conversa com os familiares, seria importante que alguém treinado em primeiros socorros estivesse presente. O condutor da moto depois de ser atendido pelo médico de plantão da Santa Casa acompanhou os bombeiros até a casa da moça, ele mora em frente à residência da jovem. Ao receber a notícia, do falecimento da filha, a mãe de Jaqueline entrou em choque, sendo preciso atendimento por parte dos bombeiros, que a encaminharam a Santa Casa local.
Três fatores chamaram a atenção, o primeiro ocorreu em determinado momento quando uma pessoa moradora da região foi até o local do acidente e passou mal ao reparar a quantidade de sangue que ficou na pista, acabou perdendo os sentidos e sendo necessário ser atendida pelos profissionais da ECO-NORTE. O segundo foi quando um motorista avançou com seu carro em alta velocidade, ignorando e não dando atenção à sinalização feita no local para a segurança, que contava com viaturas policiais e veículos de socorro. O terceiro e mais repugnante foi à aglomeração de pessoas, que ao receber orientação algumas não acataram.
O Corpo de Bombeiros orienta para que os cidadãos não se aproximem de acidentes por mera curiosidade, pois além de atrapalhar o atendimento a vítima, pode se chocar com a cena e neste caso, além de provocar tumulto, alguns estavam imprudentemente no meio da pista e tiveram que ser chamados a atenção pelos socorristas, para evitar que a tragédia tomasse proporções maiores.

fonte - www.anuncifacil.com.br